Blog

3 de novembro de 2018

“Os humanos distinguem-se de todos os outros seres vivos por criar uma coleção espetacular de objetos, práticas e ideias conhecidas coletivamente como cultura”1. Ela inclui a música.

Revendo a interação entre atividade profissional e cultura e arte, o médico/escritor Álvaro Souza identificou 37 médicos famosos2. Um dos personagens biografados foi o vienense Theodor Billroth (1829-1894). Em 1873, o virtuoso Johannes Brahms dedicou duas músicas (quartetos de cordas – Opus 51) a esse ilustre cirurgião e parceiro musical. Essas obras ficaram conhecidas como quartetos Billroth I e II. Um dos aforismas elaborados por Billroth foi: “a música enobrece e exalta o homem como nenhuma outra arte”.

Postado em Geral, Notícias por admin
28 de outubro de 2018

Após 10 anos das últimas recomendações, o European League Against Rheumatism (EULAR) publicou em abril/18 novo documento para o manejo da Síndrome Behçet (SB).

Esta nova publicação surgiu da necessidade de atualizar o tratamento da SB, já que nos últimos anos houveram várias publicações com novos agentes terapêuticos, além do ganho de experiência com o uso de biológicos. O documento teve a participação de reumatologistas, oftalmologistas, clínicos, gastroenterologistas, dermatologistas, cirurgiões vasculares e pacientes.

A primeira mudança vem logo no título, pois foi optado pelo uso de “síndrome” no lugar de “doença”, que seria um termo mais adequado para contemplar a constelação de sintomas vista no Behçet. Embora não tenha ocorrido consenso quanto a esta questão, foi uma decisão majoritária. A publicação traz 5 princípios e 10 recomendações para o tratamento da SB, que abordaremos a seguir.

Postado em Geral, Notícias por admin
25 de outubro de 2018

1. Association of predinisone and antimalarials and echocardiographic findings in asymptomatic cardiovascular patients with SLE.

Jochims, I; Mota, LHM; Muniz, L; Vasconcelos DF; Santos-Neto, LL; University of Brasilia

Introduction: Systemic lupus erythematosus (SLE) is an autoimmune inflammatory disease that presents with increase of cardiovascular risk. Echocardiogram can detect morphofunctional cardiac changes and predict clinical outcomes in patients with SLE¹.

Postado em Geral, Notícias por admin
22 de outubro de 2018

Mulher de 49 anos foi admitida no Hospital Universitário de Brasília depois de um mês com ascite e diarreia, com perda ponderal. A paciente havia recebido diagnóstico de lúpus eritematoso sistêmico em 2003, com base em manifestações cutâneas, articulares, hematológicas e imunológicas, havendo também derrame pleural na evolução. Fazia uso de hidroxicloroquina 400mg/dia, mas o acompanhamento era irregular.

Na admissão, encontrava-se emagrecida, hipocorada, com edema de membros inferiores e sinais de ascite volumosa. Havia linfonodos fibroelásticos e indolores em região axilar e inguinal. A análise do líquido ascítico revelou exsudato, com PCR para BK e pesquisa de células oncóticas negativas.

A dosagem de CA-125 era elevada (312,8 UI/mL). A TC de abdome com contraste evidenciou ascite volumosa (Figura 1), hidronefrose bilateral (Figura 2), espessamento peritoneal nodulariforme, espessamento parietal gástrico, vesical e de alças intestinais (Figuras 1 e 3), assim como linfadenomegalia. A investigação para malignidade com endoscopia digestiva alta e baixa, endossonografia, cistoscopia, mamografia e lapar

Postado em Geral, Notícias por admin
22 de outubro de 2018

A fratura por estresse representa o último estágio do espectro de lesões ósseas geradas por estresse repetitivo, que se iniciam com edema periosteal e podem culminar em franca ruptura da cortical.

Basicamente, este tipo de fratura reflete o desequilíbrio entre a resistência do osso e a quantidade de carga imposta sobre sua estrutura cronicamente. Este desequilíbrio pode ocorrer por causa de fadiga (estresse excessivo sobre osso sadio) ou de insuficiência (estresse moderado sobre osso doente).

O mecanismo que leva à fadiga é uma incapacidade de a atividade osteoblástica, normalmente por escassez de tempo para a recuperação do indivíduo, equiparar-se à atividade osteoclástica e regenerar os danos causados, o que gera perda da resistência óssea e consequente fratura.

As queixas secundárias às lesões ósseas por estresse têm-se tornado cada vez mais frequentes nos consultórios de quem trata do aparelho locomotor, com estatísticas mostrando mais de 20% do volume de clínicas de medicina esportiva sendo representado por essa etiologia. Os ossos mais acometidos são a tíbia, os metatarsos e a fíbul

Postado em Geral, Notícias por admin
10 de outubro de 2018

Encontro foi marcado com debates relevantes sobre as práticas da reumatologia

O ATUAR foi um sucesso! Realizado em 05 e 06 de outubro, no Hotel B, Brasília, o evento contou com temas relevantes sobre as práticas da reumatologia e palestrantes renomados do cenário local e nacional, além das premiações especiais para os vencedores do trabalho científico e do concurso de imagem. Na oportunidade, a Sociedade de Reumatologia de Brasília (SRB) lançou a 8ª edição da revista Capital Reumato.

Durante o encontro os médicos reumatologistas, reumatologistas pediátricos e residentes – do Distrito Federal e de outros estados – discutiram sobre a Artrite Reumatoide, Lúpus Eritematoso Sistêmico, Síndrome de Sjögren, Osteoporose, dor crônica, depressão, ansiedade, espondiloartrites e escleroderma, além de outras doenças como a Gota, Lombalgia e Miopatias inflamatórias. Confira aqui a programação completa.

Postado em Geral, Notícias por admin
3 de outubro de 2018

Com o objetivo de chamar a atenção da população, será realizado no Parque da Cidade uma caminhada para ressaltar a importância do diagnóstico precoce da Artrite Reumatoide.

Para o Dia da Conscientização da Artrite Reumatoide, a Sociedade de Reumatologia de Brasília (SRB), em parceria com Sociedade Brasileira de Reumatologia, Estação Ativa, Projeto Divas, Vip Training e Há Esperança, irão promover, em 12 de outubro, às 9h, no Parque da Cidade, uma caminhada para alertar a população a importância do diagnóstico precoce e tratamento para o bem-estar das pessoas que convivem com Artrite Reumatoide (AR). O evento será aberto ao público e totalmente gratuito.

A Artrite Reumatoide é uma doença inflamatória crônica que pode afetar diversas articulações. A causa, ainda, é desconhecida e acomete mais as mulheres do que os homens. Normalmente, inicia-se entre os 30 e 40 anos de idade. Os sintomas mais comuns são: dor; edema; calor e vermelhidão, podendo se manifestar em qualquer articulação do corpo, especialmente, nas mãos e punhos. As articulações inflamadas

Postado em Notícias por admin
3 de setembro de 2018

Paciente de 20 anos, diagnóstico de LES há uma década, com nefrite refratária a ciclofosfamida e micofenolato de mofetil. Realizado rituxi- mabe 375mg/m2 de superfície corporal. Excelente reposta renal, po- rém, lesão em Press cerebral com edema, alterações occipitais com afilamento de substância branca. Clinicamente crises convulsivas reentrantes que melhoraram com o tratamento, mas foi necessário interromper o rtx. No momento função renal estável, proteinuria 750mg/ 24h em uso de micofenolato de mofetil para manutenção.                  


Autor(a): Dra. Tânia Liete Oliveira – Reumatologista da Secretaria de Saúde do Distrito Federal Hospital Regional de Taguatinga

Postado em Notícias por admin
3 de setembro de 2018

No Brasil, os primeiros cafezais surgiram no século

XVIII. O café virou um fenômeno cultural. Apreciado- res dessa rubiácea vão desde os adeptos do clássico ao popular. Com mais de uma centena de espécies arbóreas, da família das Rubiáceas, Coffea arábica e Coffea canephora var. Robusta são as mais importan- tes no consumo mundial.

O uso de café – particularmente da cafeína – em doses moderadas, está associado com a redução da mortali- dade cardio-vascular, problemas respiratórios e infec- ções1,2. Outros compostos do café, como antioxidantes e polifenóis, podem ser importantes no efeito benéfico desse produto. Como as interações entre o ambiente e genes são complexas, o uso de estudos epidemio- lógicos, para avaliar as possíveis associações, são os mais empregados. O nível de cafeína num café ex- presso pode variar de 50 a 100 mg, podendo atingir níveis de até 322 mg/xícara3.

Estudos Epidemiológicos

O café é uma das bebidas mais consumidas e que possui componente

Postado em Notícias por admin
3 de setembro de 2018

Lúpus Eritematoso Sistêmi- co (LES) é o protótipo de doença autoimune multissis- têmica com apresentação clínica heterogênea, podendo ser de leve/ oligossintomática a grave com po- tencial de ameaçar a vida. No con- texto clínico do lúpus, as alterações hematológicas são extremamentes comuns e, também, tem significado clínico variável1. Elas podem ser causadas pela própria fisiopatolo- gia do LES, podem ser sincrônicas ao lúpus, porém, não causadas di- retamente por ele e podem ser ia- trogênicas, relacionadas aos trata- mentos utilizados para controle da doença. Entender e tratar destas condições constituem verdadeiros

desafios.

Dentre as múltiplas apresentações hematológicas vistas em pacientes lúpicos, as principais são leucope- nia, principalmente, às custas de linfopenia, plaquetopenia e graus variáveis de anemia. Além das citopenias – predominantemente por consumo periférico, mediado por anticorpos circulantes – ob- servam-se, ainda, falências medu- lares e distúrbios de hemostasia com aumento de risco de trombo- se vascular 2.

Postado em Notícias por admin